Sobre Luziânia

Cidade de Luziânia

Luziânia é uma cidade brasileira do estado de Goiás.

É a quinta maior cidade do estado com 174.546 habitantes, ficando atrás apenas da capital Goiânia, e das cidades de Aparecida de Goiânia, Anápolis e Rio Verde.

É, no entanto, mais conhecida por ser integrante da região do entorno do Distrito Federal, devido a sua proximidade com a Capital Federal (58 km).

Seu nome é uma homenagem à santa padroeira do município, Luzia, a quem foi erguida um cruzeiro em 1746.

História

À procura de novas minas de ouro, o bandeirante Antônio Bueno de Azevedo partiu de Paracatu. Em 13 de dezembro de 1746, enquanto descansava sentado às margens de um córrego, notou que no leito do rio havia pepitas de ouro. No dia seguinte ergueu festivamente um cruzeiro e dedicou as minas e o futuro povoado à Santa Luzia. As minas atraíram tanta gente que em menos de um ano o arraial contava com mais de 10.000 pessoas.

A primeira missa foi celebrada em 1746, pelo padre Luiz da Gama Mendonça e assistida por mais de 6.000 garimpeiros. Elevada à categoria de Comarca Eclesiástica em 6 de Dezembro de 1758, seu primeiro vigário foi o padre Domingos Ramos.
Em abril de 1758 iniciou-se a construção de um rego, denominado Saia Velha, para facilitar a garimpagem. O rego tinha 42 quilômetros de extensão e foi feito em dois anos, por milhares de escravos negros.

O primeiro núcleo de povoamento já era chamado de Arraial de Santa Luzia em fins do século XVIII.

O arraial foi elevado à categoria de vila em 1 de abril de 1833 e à de cidade em 5 de Outubro de 1867. Em 31 de Dezembro de 1943 passou a se chamar Luziânia.
Em Luziânia foi executado o último homem livre do Brasil antes da abolição da pena de morte. José Pereira da Silva foi enforcado na chacara são caetano na forca da mangueira, então vila de Santa Luzia em 30 de outubro de 1861.

Localização

A cidade de Luziânia está localizada no estado de Goiás, região Centro Oeste do Brasil. Fica a 200 km de distância de Goiânia e 60 de Brasília. A mistura de modernidade e história é o que melhor define Luziânia.

A Igreja Nossa Senhora do Rosário, remanescente do século XVIII, guarda imagens de madeira daquela época e sinos de bronze. O Morro da Canastra, o Palácio das Andorinhas e a Cachoeira de Saia Velha são atrações do turismo ecológico de Luziânia.

O bandeirante Antônio Bueno de Azevedo em 13 de dezembro de 1746 encontrou ouro onde seria o povoado de Santa Luzia. As minas atraíram mais de 10.000 pessoas.
O Município de Luziânia, antes denominado Santa Luzia, originou-se da mineração. No século XVIII, essa atividade despertou vários sertanistas para o desbravamento das terras centrais do Brasil.

A primeira penetração no território deve-se ao paulista Antônio Bueno de Azevedo. Em fins de 1946, acompanhado de amigos e inúmeros escravos partiu de Paracatu/MG, rumo noroeste, até alcançar o Rio São Bartolomeu, onde construiu roças e alguns ranchos. Três meses mais tarde, seguiu viagem, rumo oeste, aportando em 1746, às margens do Rio Vermelho, nome decorrente da cor que adquiriu durante as atividades de extração de ouro, abundante em seu leito. Satisfeitos com os vales férteis e auríferos do Planalto, ali o acamparam, construíram as primeiras residências e erigiram a cruz, em nome de Santa Luzia, marco da povoação que nascia sob a proteção da Santa. A notícia da descoberta das minas de Santa Luzia atraiu contingentes de pessoas livres e escravas das mais longínquas regiões.

Em fins do século XVIII, a mineração começou a declinar e muitas famílias transferiram-se para a zona rural, dedicando-se à lavoura e à criação de gado. O arraial, elevado a vila em 1833, e à categoria de Cidade, em 1867, passou a denominar-se Luziânia, em 1943. Desde sua fundação, no século XVIII, até 1960, data da inauguração de Brasília, Luziânia não teve grandes marcos. A transferência da Capital trouxe um surto de desenvolvimento, beneficiado pela BR-040 e BR-050. Para o rápido crescimento populacional, concorreu a legislação do uso do solo do Distrito Federal, definindo previamente as áreas para expansão urbana, além da especulação imobiliária, levando parte da população da nova Capital a procurar alternativas de localização.

Economia

Em 2005, foi implantado em Luziânia, o Programa de Desenvolvimento Econômico de Arranjo Produtivo Local (APL) de Fruticultura. Neste município, o programa APL está promovendo assessoria técnica e tecnológica em 91 propriedades locais rurais e 120 pessoas participaram de cursos de informática básica, que faz parte de um trabalho de inclusão digital junto aos filhos dos agricultores.

Além disso, o programa APL promoveu um plano de desenvolvimento sustentável para Luziânia e região e um estudo de pré-viabilidade econômica da plataforma comercial de fruticultura para o município.Uma visita técnica com 33 produtores rurais ao APL de fruticultura irrigada de Juazeiro e Petrolina também foi realizada.

O programa APL é uma iniciativa do Ministério da Integração Nacional, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Goiás, Senai e Instituto Euvaldo Lodi com apoio da Central de Associações de Produtores Rurais, Agência Rural, Sebrae, Secretaria de Planejamento e prefeitura de Luziânia. O projeto conta com recursos da ordem de R$ 330 mil, para atender 40 associações rurais que representam mais de 2 mil produtores rurais.

Para homenagear a comunidade de moradores desta maravilhosa cidade, o Encontra Goias criou o Encontra Luziânia.

Blog do Guia da Cidade de Luziânia

Receba notícias por e-mail
Cadastre-se e receba notícias de Luziânia por email
 

Limites - Cidades Vizinhas

Alexânia, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Cidade Ocidental, Orizona, Cristalina e Silvânia.

Dados Principais sobre Luziânia

Aniversário: 13 de dezembro
Fundação : 1746
Gentílico: Luzianiense
Area: 3 961,536 Km²
População 174 546 hab. (2010)
IDH 0,756 - médio
Prefeitura Luziânia

Brasão de Luziânia
Brasão de Luziânia

Bandeira de Luziânia
Bandeira de Luziânia

Vídeo sobre a Cidade de Luziânia
Veja mais vídeos sobre a Cidade de Luziânia

Mapa de Luziânia

 

Moradores ilustres de Luziânia

 

 

  Sobre o EncontraLuziânia
Fale com EncontraLuziânia
ANUNCIE: Com Destaque | Anuncie Grátis

siga o Encontra Luziânia no Facebook siga o Encontra Luziânia no Twitter Encontra Luziânia no Google+


Termos do Serviço | Política de Privacidade